Projeto de luz noturna, para acionamento de luz externa com o anoitecer

Projeto de luz noturna, para acionamento de luz externa com o anoitecer

O termo internet das coisas nada mais é do que colocar as coisas na rede, para controle dos mesmos. Se nosso problema é ter o controle de uma luz externa onde ao anoitecer ela se acende sozinha e ao amanhecer ela desliga, podemos adicionar esta lampada à rede e programa-la em horários pré determinados. Porem é muito mais viável que ao invés de trabalhamos com horários, trabalhamos com a luminosidade, fazendo com que fatores não previstos não interfiram no seu funcionamento, como por exemplo um dia nublado, ou horários de verão. Pensando nisso, apesar de não termos a luz na rede e podermos controla-la, podemos pensar que estamos colocando nossa luz em uma rede natural, que é controlada pela luminosidade do dia. Não somos nós que estamos controlando o acendimento, mas sim a natureza. Isso não é colocar nossa luz numa internet das coisas?

Apesar de nosso projeto ser controverso no sentido de fazer parte ou não da internet das coisas, apresentamos uma solução simples que com poucos componentes, e bastante criatividade, termos uma solução bastante flexível e bem didática. 

Podemos comprar fotocélulas já com o suporte na faixa de R$ 40,00 à R$ 60,00 reais, ou podemos criar o nosso próprio sensor com algo em torno dos R$ 8,00 reais. Sem contar o conhecimento adquirido e flexibilidade para outras utilizações, como por exemplo ligar o abajur ao apagar a luz do quarto.

Abaixo apresento o esquema desenvolvido, e algumas explicações

O LED utilizado serve principalmente para indicar a quantidade de luz recebida, e não o estado do rele. O Q1 pode ser substituído por qualquer transistor NPN de proposito geral. O tripot de 10K é utilizado para calibragem fina do projeto.

Veja um vídeo da montagem na protoboard:

E ae, achou o artigo util? Gostou? Acha que este tipo de projeto pode ser qualificado como parte da internet das coisas? Conte-nos suas experiencias.

Comentários